Problem hidden
|This problem was hidden by Editorial Board member probably because it has incorrect language|version or invalid test data, or description of the problem is not clear.|

BURACOS - Buracos de Minhoca

Os chamados buracos de minhoca (em inglês, worm holes) são ligações entre dois pontos do espaço que permitem que um corpo desloque-se de um ponto ao outro instantamente. Embora atualmente sejam apenas parte de uma teoria, acredita-se que no futuro viajaremos através do espaç̧o rapidamente utilizando buracos de minhoca.

O principal problema tecnológico a ser resolvido na construção de um buraco de minhoca é a enorme quantidade de energia envolvida. Uma dificuldade adicional é́ que buracos de minhoca são unidirecionais. Ou seja, um buraco que leve do ponto A ao ponto B não pode ser utilizado para ir do ponto B ao ponto A.

A Unicomp tem um projeto de pesquisa com o objetivo de investigar o uso de buracos de minhoca para o transporte de passageiros. O grupo de pesquisa projetou um mapa de buracos de minhoca interligando os planetas de nossa galáxia.

Tarefa

Escreva um programa que, dado um mapa de buracos de minhoca interligando os planetas, determine se é possível, a partir de qualquer um dos planetas, viajar, através de buracos de minhoca, até qualquer outro planeta.

Entrada

A entrada é composta de vários conjuntos de teste. A primeira linha de um conjunto de teste contém dois números inteiros P e B, representando respectivamente o número de planetas (1 <= P <= 3000) e o número de buracos de minhocas do mapa (1 <= B <= 150000). Os planetas são identificados por números de 1 a P . Cada uma das B linhas seguintes conté́m dois inteiros X e Y , separados por espaço em branco, representando a existência de um buraco de minhoca que permite ir do planeta X para o planeta Y (1 <= X <= P , 1 <= Y <= P e X != Y ). O final da entrada é indicado por P = B = 0.

Saída

Para cada conjunto de teste da entrada seu programa deve produzir três linhas na saída. A primeira linha deve conter um identificador do conjunto de teste, no formato ‘Teste n’, onde n é numerado seqüencialmente a partir de 1. A segunda linha deve conter uma unica letra: ‘S’ se é possível viajar de qualquer planeta para qualquer outro planeta, ou ‘N’ caso contrário. A terceira linha deve ser deixada em branco. A grafia mostrada no Exemplo de Saída, abaixo, deve ser seguida rigorosamente.

Exemplo

Entrada:
3 4
1 2
3 2
1 3
2 3
3 4
2 3
3 2
1 2
3 1
0 0

Saída:
Teste 1
N

Teste 2
S

Restrições

1 <= P <= 3000 (P = 0 para indicar final da entrada)
1 <= B <= 150000 (B = 0 para indicar o final da entrada)
1 <= X <= P
1 <= Y <= P
X != Y


Adicionado por:Wanderley Guimarăes
Data:2008-04-02
Tempo limite:0.106s-0.344s
Tamanho do fonte:50000B
Memory limit:1536MB
Cluster: Cube (Intel G860)
Linguagem permitida:Todas exceto: ASM64 CLOJURE ERL FSHARP JS-RHINO PERL6 PY_NBC SCALA TCL
Origem:Olimpíada Brasileira de Informática 2005 -- Seletiva 1

hide comments
2016-03-27 00:20:20 Heitor Augusto [UFPB]
Os casos teste estão fracos... dá pra passar com duas BFS só que esse método não funciona pra alguns casos.
2014-08-05 20:58:18 Vagner Kaefer [UTFPR]
Problema maldito! Quem estiver usando uma matriz de adjacęncias saiba que vai dar TLE! Dica:

1: ->2->3
2: ->1
[...]

Last edit: 2014-08-06 02:19:12
2011-09-07 01:52:55 thiagojobson [UERN]
Problema maldito, finalmente consegui passar.
© Spoj.com. All Rights Reserved. Spoj uses Sphere Engine™ © by Sphere Research Labs.