Problem hidden
|This problem was hidden by Editorial Board member probably because it has incorrect language|version or invalid test data, or description of the problem is not clear.|

LOOPMUSI - Loop musical

Um loop musical é um trecho de música que foi composto para repetir continuamente (ou seja, o trecho inicia novamente toda vez que chega ao final), sem que se note descontinuidade. Loops são muito usados na sonorização de jogos, especialmente jogos casuais pela internet.

Loops podem ser digitalizados por exemplo utilizando PCM. PCM, do inglês Pulse Code Modulation, é uma técnica para representação de sinais analógicos, muito utilizada em estúdio digital. Nessa técnica, a magnitude do sinal é amostrada a intervalos regulares de tempo, e os valores amostrados são armazenados em seqüência. Para reproduzir a forma de onda amostrada, o processo é invertido (demodulação).

Fernandinha trabalha para uma empresa que desenvolve jogos e compôs um bonito loop musical, codificando-o em PCM. Analisando a forma de onda do seu loop em um software de edição de estúdio, Fernandinha ficou curiosa ao notar a quantidade de “picos” existentes. Um pico em uma forma de onda é um valor de uma amostra que representa um máximo ou mínimo local, ou seja, um ponto de inflexão da forma de onda. A figura abaixo ilustra (a) um exemplo de forma de onda e (b) o loop formado com essa forma de onda, contendo 48 picos.

Fernandinha é uma amiga muito querida e pediu sua ajuda para determinar quantos picos existem no seu loop musical.

Entrada

A entrada contém varios casos de teste. A primeira linha de um caso de teste contém um inteiro N, representando o número de amostras no loop musical de Fernandinha (2 <= N <= 10^4). A segunda linha contém N inteiros Hi, separados por espaços, representando a seqüência de magnitudes das amostras (−10^4 <= Hi <= 10^4 para 1 <= i <= N, H1 != HN e Hi != Hi+1 para 1 <= i < N). Note que H1 segue HN quando o loop é reproduzido.

O final da entrada é indicado por uma linha que contém apenas o número zero.

Saída

Para cada caso de teste da entrada seu programa deve imprimir uma única linha, contendo apenas um inteiro, o número de picos existentes no loop musical de Fernandinha.

Exemplo

Entrada 
2
1 -3
6
40 0 -41 0 41 42
4
300 450 449 450
0

Saída
2
2
4

Adicionado por:Wanderley Guimarăes
Data:2008-10-25
Tempo limite:0.172s
Tamanho do fonte:50000B
Memory limit:1536MB
Cluster: Cube (Intel G860)
Linguagem permitida:Todas exceto: ASM64 CLOJURE ERL FSHARP JS-RHINO PERL6 PY_NBC SCALA TCL
Origem:Primeira fase da Maratona de Programação - 2008

hide comments
2012-09-30 14:45:26 Hugo César [FATEC-CPB]
Nilson Felipe no enunciado esta escrito que Hi != Hi+1 ou seja o proximo numero sempre sera diferente e Hi != HN o ultimo e o primeiro sempre serao diferente tbm, no seu caso
5
3 2 5 5 3 eh uma sequencia invalida.
2012-08-31 18:04:23 Nilson Felipe [UFV]
No caso

5
3 2 5 5 3

se considera que cada um dos 5 é um ponto de pico ou a definiçăo de pico (para este problema) exige que os vizinhos sejam distintos?
2012-03-30 17:47:30 Glauco Buarque


Last edit: 2012-03-30 18:03:10
2011-08-12 14:13:59 Nilo[UFC]
x=1 y =1
x=2 y=2
x=3 y=1

desenho o grafico e veja que ha um pico em x=2
2011-08-12 01:24:40 Victor Jun
alguem me explica o que é um pico?
o que tem que fazer nesse programa?
num intendi nada...
© Spoj.com. All Rights Reserved. Spoj uses Sphere Engine™ © by Sphere Research Labs.