Problem hidden
|This problem was hidden by Editorial Board member probably because it has incorrect language|version or invalid test data, or description of the problem is not clear.|

PEDAGIO1 - Pedágio

A invenção do carro tornou muito mais rápido e mais barato realizar viagens de longa distância. Realizar uma viagem rodoviária tem dois tipos de custos: cada quilômetro percorrido na rodovia tem um custo associado (não só devido ao consumo de combustível mas também devido ao desgaste das peças do carro, pneus, etc.), mas também é necessário passar por vários pedágios localizados ao longo da rodovia.

Os pedágios são igualmente espaçados ao logo da rodovia; o começo da estrada não possui um pedágio, mas o seu final pode estar logo após um pedágio (por exemplo, se a distância entre dois pedágios consecutivos for de 37 km e a estrada tiver 111 km, o motorista deve pagar um pedágio aos 37 km, aos 74 km e aos 111 km, logo antes de terminar a sua viagem)

Tarefa

Dadas as características da rodovia e os custos com gasolina e com pedágios, calcule o custo total da viagem.

Entrada

A entrada consiste de duas linhas. A primeira linha da entrada contém dois inteiros L e D (1 ≤ L, D ≤ 104), indicando o comprimento da estrada e a distância entre pedágios, respectivamente. A segunda linha contém dois inteiros K e P (1 ≤ K, P ≤ 10 4 ), indicando o custo por quilômetro percorrido e o valor de cada pedágio. O primeiro pedágio está localizado no quilômetro D da estrada (ou seja, a distância do início da estrada para o primeiro pedágio é D quilômetros).

Saída

Seu programa deve imprimir uma única linha contendo um único inteiro, indicando o custo total da viagem.

Exemplo

Entrada
111 37
1 10

Saída
141

Entrada
100 30
3 14

Saída
342

Entrada
20 70
9 17

Saída
180


Adicionado por:Wanderley Guimarăes
Data:2011-04-10
Tempo limite:0.213s
Tamanho do fonte:50000B
Memory limit:1536MB
Cluster: Cube (Intel G860)
Linguagem permitida:Todas exceto: ASM64 CLOJURE ERL FSHARP PERL6 PY_NBC SCALA TCL
Origem:OBI 2010 - fase 1 nível 1

hide comments
2018-12-10 14:34:41
EAE SEUS BLINDAO

2013-10-22 16:21:07 ricardo santos
alguem sabe intp.esta questão
2013-10-22 16:09:55 Ariel Oliveira
fácin
2013-05-11 13:01:37 josue marinho hinrichs

07/10/07
COMO NĂO SER CHATO(A) NUMA CONVERSA
ABRAHAM SHAPIRO
Como ter uma conversa interessante?

A resposta a esta difícil pergunta é: mantenha-se fascinado(a) pela pessoa e mostre interesse pelo assunto.

Quando demonstramos paixăo pela vida e pelas pessoas, elas notam que somos excelentes parceiros(as). Mas se vocę pensa: “Por quę me importar com este funcionário? Ele fala sempre as mesmas coisas”, ou, “Meu chefe é um chato. Só serve para me vigiar!”, vocę está condenando-os a uma condiçăo que pode năo corresponder ŕ realidade. E vocę irá comprovar que eles năo săo o que vocę pensa, tăo logo aprofunde o seu conhecimento sobre eles. Como? Conversando bem.
Mesmo convivendo intensamente com uma pessoa durante décadas, vocę nunca a conhece completamente. É uma ilusăo achar que nela năo há mais nada a ser descoberto.

Descobrir novas facetas dos indivíduos que julgamos conhecer, poderá fazer o relacionamento se tornar mais poderoso. E isso só depende de criatividade, interesse e uma dose de dedicaçăo maior do que a que estamos acostumados.

Vou salientar: na hora de conversar é preciso estar fascinado(a) e transparecer isso. O procedimento básico é: năo seja indiferente. Entre na aventura de buscar o lado oculto da pessoa. Se ela năo foi interessante até agora, melhor ainda; vocę tem um forte motivo a mais. Năo se fixe apenas naquilo que é aparente. Só os preguiçosos se contentam com as aparęncias. Acho que é por esta razăo que vivem enganados. "As aparęncias enganam!", lembra-se disso?

Entreviste as pessoas com tanto interesse quanto um repórter em busca de um "furo" de reportagem.

Quando os demais perceberem que vocę está fascinado(a), eles năo terăo receio de abrir para vocę as áreas mais secretas do que săo, como pensam, o que desejam e esperam desta vida e muito mais.

Como líder, vocę deve desenvolver uma das competęncias mais difíceis e importantes do exercício da liderança: conhecer bem as pessoas e explorar seus "mundos internos" com a finalidade de ajudá-las a serem melhor ajustadas e fortes membros de suas equipes.
2013-05-11 12:58:50 josue marinho hinrichs
shdtajhet
2011-11-13 22:39:16 David Augusto Da Silva Moraes
ta dando resposta errada!
2011-11-10 18:46:28 Marcos
David Augusto da Silva, vc tem q salvar, ou entăo colar seu arquivo para submeter, com o nome Main "M" maiúsculo, senăo năo compila.
© Spoj.com. All Rights Reserved. Spoj uses Sphere Engine™ © by Sphere Research Labs.